Skip to content
Please check an answer for every question.
Cookie settings

Total may deposit the following categories of cookies: Cookies for statistics, targeted advertising and social networks. You have the possibility to disable these cookies, these settings will only be valid on the browser you are currently using.

Enabling this cookie category allows you to establish statistics of traffic on the site. Disabling them prevents us from monitoring and improving the quality of our services.
Our website may contain sharing buttons to social networks that allow you to share our content on these social networks. When you use these sharing buttons, a link is made to the servers of these social networks and a third-party cookie is installed after obtaining your consent.
Enabling this cookie category would allow our partners to display more relevant ads based on your browsing and customer profile. This choice has no impact on the volume of advertising.

meios de subsistência dos agregados familiares

A maioria das famílias na Península de Afungi e na cidade de Palma assegura a sua subsistência por meio de uma estratégia diversificada de subsistência, envolvendo uma combinação de forragem, agricultura, colecta de frutos do mar, pesca e comércio em pequena escala.

Tipicamente, a agricultura familiar envolve um sistema de plantio de mudas de pousio curto, envolvendo o uso de várias hortas e o cultivo de culturas perenes, incluindo caju, coco e várias árvores de frutas. A agricultura de subsistência envolve o corte, secagem e queimada  de vegetação natural na estação seca, com o plantio de culturas anuais e perenes, como milho, legumes e mandioca no início da estação chuvosa. As hortas individuais podem continuar a produzir culturas ao longo de vários anos até que a terra volte à cobertura vegetal natural.

As actividades costeiras envolvem a colecta de crustáceos e moluscos da zona entre-marés por mulheres e crianças. Usando ferramentas como paus bifurcados e instrumentos de metal, as mulheres e crianças colhem caranguejos, conchas, amêijoas e conchas de murex para alimentar as respectivas famílias e partilhar ou vender para outras famílias. As actividades de colecta entre marés são determinadas pelo ciclo das marés/lunar; portanto, é uma actividade periódica e não contínua.

As actividades de pesca na baía compreendem uma diversidade de actividades individuais ou em grupo, em terra ou no mar, visando uma variedade de produtos marinhos, incluindo ostras, mexilhões, polvo e peixe.

programas de Restauração e de DEsenvolvimento de meios de subsistência

O reassentamento pode afectar os meios de subsistência das famílias com base em recursos naturais de várias formas, inclusive através da redução e/ou perda de bens de  família e alterações na acessibilidade dos bens e recursos naturais de  família. Consequentemente, os programas de restabelecimento e desenvolvimento de meios de subsistência que visam melhorar, ou pelo menos restaurar, os meios de subsistência de  famílias são componentes essenciais do plano de reassentamento.

Com base nas estratégias de meios de subsistência existentes e em consulta com as comunidades afectadas, o plano de reassentamento envolve novos programas de restauração e desenvolvimento de meios de subsistência que incluem: a agricultura, pesca e actividades diversificadas de meios de subsistência. Por exemplo, as estradas e o acesso aos mercados foram melhorados e foram oferecidas oportunidades para formação e desenvolvimento de habilidades, bem como para o emprego nos projectos.

Tais oportunidades aumentam o fluxo de dinheiro na economia local, dando origem ao aumento de  procura por bens e serviços. Consequentemente, o programa diversificado de meios de subsistência se concentra- na formação técnico-profissional e do sector informal, desenvolvimento de negócios e emprego.

PROGRAMAS AGRÍCOLAS E de pecuária

  • Introduzir a agricultura de conservação
  • Apoiar na formação para a melhoraria da produção agrícola
  • Apoiar  o cultivo de hortas no quintal e a produção de árvores de frutas
  • Apoiar a produção de aves e gado no quintal
  • Introduzir técnicas de hortas e cultivo de hortaliças para todas as famílias interessadas de entre as impactadas físicamente e económicamente
  • Promover o cultivo de recursos de forragem
  • Introduzir e distribuir fogões com baixo consumo de combustível
  • Introduzir, para todas as famílias interessadas em prolongar a vida útil dos produtos disponíveis sazonalmente, tecnologias para a secagem de legumes, frutas, raízes e folhas . Isso ajuda as famílias a melhorar a nutrição, a aumentar a oferta durante os meses tradicionais da fome e ao mesmo tempo gerar renda adicional

PROGRAMAS DE RESTAURAÇÃO DE PESCA

  • Melhorar o acesso a recursos alternativos entre-marés e de pesca
  • Melhorar a pesca de mariscos por meio de formação da comunidade sobre a colocação de fundos marinhos
  • Instalar dispositivos de agregação de peixes (FAA) para espécies pelágicas na borda da plataforma a leste das ilhas Tecomaji ou Rongui
  • Melhorar a pesca e a maricultura
  • Apoiar no processamento pós-colheita
  • Construir infraestrutura de desembarque apropriada para a pesca no porto de Palma e locais acordados na Península de Afungi
  • Melhorar a gestão dos recursos pesqueiros locais por meio da criação e integração de instituições comunitárias na estrutura mais ampla de co-gestão

PROGRAMAS DE RESTAURAÇÃO diversificadas

  • Oferecer educação de adultos, incluindo numeracia, alfabetização e planificação financeira
  • Providenciar formação tecnico-vocacional do sector informal e desenvolvimento de habilidades comerciais
  • Providenciar desenvolvimento e capacitação para micro, pequenas e médias empresas (MSME)
  • Apoiar novas parcerias empresa-empresa para fornecer bens e/ou serviços para construção ou operação do projecto
  • Apoiar microfinanças, poupança e crédito

Oportunidades para o emprego

  • Apoiar o emprego relacionado ao projecto

materializaÇÃO de PROGRAMAS DE RESTAURAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE MEIOS DE SUBSISTÊNCIA

A nossa abordagem para providenciar programas de restauração e desenvolvimento de meios de subsistência é baseada no ambiente e nas perspectivas familiares.

Ao nível ambiental , factores externos e taxas aceleradas de mudança associadas ao desenvolvimento de  projectos se exigem monitoria contínua e,  apropriada, adaptação de programas de restauração e desenvolvimento. Ademais, o plano reconhece às  comunidades afectadas pelo reassentamento na sua totalidade e visa garantir que todas as famílias  nessas comunidades tenham o acesso ao programa de restabelecimento e desenvolvimento de  meios de subsistência.

Ao nível familiar, entende-se que os agregados familiares seguirão estratégias únicas de subsistência e combinações de actividades de subsistência para melhor responder às suas circunstâncias. Essas combinações podem ser determinadas por inúmeras preferências e características da família. Portanto, a nossa abordagem aos programas de restauração e desenvolvimento de meios de subsistência é providenciar de forma contínua um conjunto de opções dentre as actividades de meios de subsistência e permitir que as famílias escolham, simultaneamente  que estejam conscientes em relação as suas prioridades e costumes.

Reconhecendo o contexto dinâmico e como uma boa prática, a monitoria contínua do contexto e o sucesso dos programas de restauração dos meios de subsistência permitem uma adaptação contínua para aumentar a probabilidade de sucesso.

CONTRIBUIÇÃO DAS MULHERES na RENDA FAMILIAR

Nas comunidades rurais, tais como a Península de Afungi, a contribuição das mulheres para a renda familiar é equilibrada com várias responsabilidades domésticas, incluindo cuidar de  crianças, o que liberta os outros membros de  família, particularmente os respectivos maridos, para o emprego.

Durante a realocação, as mulheres estão sujeitas a suportar encargos adicionais, tais como:

  • O estabelecimento de   família no novo ambiente e igualmente o estabelecimento de  novas rotinas diárias;
  • Ajustar-se a  um estilo diferente de casa, com diferentes compartimentos para cozinhar e limpar;
  • Familiarizar-se e estabelecer presença nos novos mercados;
  • Estabelecer novas redes sociais para o apoio emocional e assistência prática em cuidar de crianças, partilhar trabalho e oportunidades comerciais;

No período, imediatamente após a realocação física, espera-se que as famílias realizem uma combinação de actividades geradoras de renda (por exemplo, hortas, criação de animais domésticos), que podem ser realizadas em casa, sem conflitos (em termos de tempo, localização ou recursos), com outras actividades famíliares.

mais sobre o ReAssentamento