Skip to content

O reassentamento pode afectar as famílias de maneira diferente. De facto, algumas famílias podem enfrentar maiores desafios associados às circunstâncias existentes ou à capacidade de gerir as mudanças e oportunidades associadas ao reassentamento. Em reconhecimento a esses diferentes impactos domésticos, o Plano de Reassentamento identifica a necessidade de um Programa para populações vulneráveis. Um Programa para populações vulneráveis identifica, avalia e presta assistência às famílias consideradas mais vulneráveis durante o processo de reassentamento.

Quando necessário, o Programa para as Populações Vulneráveis fornece assistência antes, durante e após o deslocamento, enquanto os indivíduos e as famílias ajustam e restabelecem suas redes de apoio e meios de subsistência. O programa visa aumentar a resiliência económica  das famílias vulneráveis, fornecendo acesso a habilidades e recursos necessários para viver de forma independente e sem a assistência do programa o mais rápido possível.

Os esforços do Programa para as populações vulneráveis geralmente enquadram-se nas seguintes categorias:

Logística

  • Apoio na assinatura do contrato e recebimento de compensação.
  • Apoio na realocação de mercadorias, bens móveis e gado.
  • Modificação da casa de reposição para necessidades especiais.

Nutrição

  • Apoio na melhoria da nutrição através do fornecimento direccionado de cestas de alimentos

Educação

  • Apoio em propinas escolares
  • Oferta de oportunidades de formação vocacional
  • Fornecimento bolsa de estudos

Meios de subsistência

  • Oferta de formação financeira doméstica
  • Oferta de formação em criação de aves e gado
  • Oferta de formação em horticultura
  • Oferta de formação em subsistência não baseado na terra
  • Oferta de oportunidades de emprego direccionadas a pessoas com necessidades especiais

Apoio social

  • Oferta de assessoria
  • Monitoria dos esforços de apoio social

MAIS SOBRE REASSENTAMENTO