Skip to content
Please check an answer for every question.
Cookie settings

Total may deposit the following categories of cookies: Cookies for statistics, targeted advertising and social networks. You have the possibility to disable these cookies, these settings will only be valid on the browser you are currently using.

Enabling this cookie category allows you to establish statistics of traffic on the site. Disabling them prevents us from monitoring and improving the quality of our services.
Our website may contain sharing buttons to social networks that allow you to share our content on these social networks. When you use these sharing buttons, a link is made to the servers of these social networks and a third-party cookie is installed after obtaining your consent.
Enabling this cookie category would allow our partners to display more relevant ads based on your browsing and customer profile. This choice has no impact on the volume of advertising.

19/01/2020 Comunicado de imprensa

TOTAL PARTILHA MAIS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO EM CABO DELGADO

A principal contratada encarregada da construção de duas unidades iniciais de liquefação do Projecto Mozambique LNG, liderado pela Total, juntamente com as suas principais subcontratadas, apresentaram esta semana, a comunidades empresariais em Pemba, os seus planos futuros de aquisições de bens e serviços, e os padrões e procedimentos exigidos para os mesmos. Trata-se da CCS JV, o principal consórcio contratado para engenharia, aquisições e construção da instalação de GNL, e as empresas subcontratadas IFS (gestão de acampamento), Garda World (serviços de segurança), e o consórcio Renco-Dorce-WBHO (construção de acampamento). Este seminário segue-se aos seminários havidos em Dezembro passado em Maputo e Matola.

Na ocasião, o Secretário Permanente do Governo da província de Cabo Delgado, António Mapure, afirmou: "Este fórum, organizado pela Total, em Cabo Delgado, surge como uma experiência endógena de convergência de investimento directo estrangeiro e interesses locais de desenvolvimento". Mapure apelou ainda aos empresários a unirem-se em consórcios, cooperativas e associações para maximizarem as oportunidades de negócio, tendo afirmado que a união faz a força e que " hoje, mais do que nunca, é imperioso a coesão dos empresários moçambicanos. Recomendamos vivamente a investirem na adaptação rápida ao contexto que se apresenta para fazer negócios com estas empresas nos padrões exigidos e desta forma darem um salto gigante para a competitividade e internacionalização".

Por sua vez, Thomas Rodriguez, Gestor de Conteúdo Local da Total, afirmou: "o desenvolvimento de conteúdo local é parte integrante do nosso modelo de negócios. Uma boa comunicação com as partes interessadas é essencial para uma contribuição duradoura e sustentável para o desenvolvimento económico e social dos territórios que nos acolhem. Elas conhecem o país e nós conhecemos as nossas necessidades. É por isso que a disseminação de informações relacionadas com as oportunidades de negócio com o projecto é um pilar central do nosso plano de conteúdo local". 2

Rodriguez acrescentou que "o Projecto espera adjudicar contratos de cerca de 2.5 mil milhões de dólares americanos a empresas de capitais moçambicanos ou registadas em Moçambique durante o período de construção. Esta adjudicação representa mais de um terço do nosso contrato total, com a maior parte do remanescente estando a ser usado na aquisição em bens e serviços técnicos altamente especializados que actualmente não podem ser adquiridos em Moçambique".

Desde Abril passado, o projecto já abrangeu 798 empresas em 11 seminários que visavam divulgar as oportunidades de negócio e treinar empresas em vários assuntos, incluindo higiene, segurança e meio ambiente, conformidade legal e procurement.